Um dia ou nós dois

25 03 2007



– Eu estou indo… E você… vem comigo?

– Para onde?

– Para a felicidade!

– Onde fica?

– Perto… bem perto…

– Você me ajuda?

– Não, eu te amo!

– Você me leva?

– Não, eu te amo!

– Você me guia?

– Não, eu só te amo! Basta?

– Não sei.

– Eu sei.

– Sabe o quê?

– Que eu te amo!

– De que vale isso pra você agora?

– Vale tudo e não vale nada!

– Mesmo depois de tudo?

– Mesmo depois de nada.

– Como nada?

– Nada capaz de lhe diminuir. Nada capaz de me aumentar.

– O que faço então?

– Fecha os olhos.

– Pra quê?

– Fecha os olhos e lembra de mim!

– Pronto. E agora?

– Agora eu preciso me calar.

– Mas por quê?

– A partir de agora todas as respostas estão dentro e você.

– E agora você vai pra onde?

– Eu só te espero. Não demora…



Anúncios




Dias, horas, etc e tal

25 03 2007




Os dias passam…

As horas passam…

E você… vai passar?!







Ponto de vista três pontos

25 03 2007




Sim, eu li Rubem Fonseca há pouco. Não, eu não estou mais triste. Sim, eu olhei para o lado e encontrei novas pessoas. Não, eu não sei se estou apaixonado. Sim, eu estou buscando dar chance a novas pessoas. Não, você não está mais o tempo todo em minha cabeça. Sim, eu estou a cada dia sentindo mais meu crescimento, mesmo longe de você. Não, eu não sei se volto mais! Sim, eu acredito agora que realmente aprendi!







Notas de um coração

18 03 2007



Entre tantas ilusões. Entre tantas falácias de pra sempre e sempre. Entre tantos planos (mal)feitos e agora já desfeitos… Eu re-vivo e digo: Recomeçar…







Salgadas

18 03 2007

Depois de tanto tempo
elas volta a me molhar
Mesmo depois de tanto tempo
elas volta a me procurar

Depois de tanto tempo
elas insistem em cair
Mesmo depois de tanto tempo
elas não me deixam fugir.

Se meu destino era você
por que estamos longe?
Se as promessas eram de você
para mim não tem por onde te perder…

Te perder… é inevitável
no meu mundo de realidade
e fantasias… [?] Só de um “amor”
que não volta mais!





Quem canta seus males espanta

18 03 2007

“Eu respiro tentando encher os pulmões de vida, mas ainda é difícil deixar qualquer luz entrar. Ainda sinto por dentro toda a dor dessa ferida, mas o pior é pensar que isso um dia vai cicatrizar. Eu queria manter cada corte em carne viva, a minha dor em eterna exposição. E sair nos jornais e na televisão, só pra te enlouquecer, até você me pedir perdão. Eu já ouvi 50 receitas pra te esquecer, que só me lembram que nada vai resolver, porque tudo, tudo me traz você e eu já não tenho pra onde correr…”

Na volta para casa o garoto cantalorava a música de Leoni… Lembrava-se do seu amor que não volta mais. Chorava. Limpava suas lágrimas e gritava para si mesmo: Recomeçar…



“…O que me dá raiva não é o que você fez de errado, nem seus muitos defeitos, nem você ter me deixado. Nem seu jeito fútil de falar da vida alheia, nem o que eu não vivi aprisionado em sua teia. O que me dá raiva são as flores e os dias de Sol, são os seus beijos e o que eu tinha sonhado pra nós, são seus olhos e mãos e seu abraços protetor. É o que vai me faltar, o que fazer do meu amor? Eu já ouvi 50 receitas pra te esquecer, que só me lembram que nada vai resolver, porque tudo, tudo me traz você e eu já não tenho pra onde corre.”





Ele disse 2 pontos

16 03 2007



Hoje eu juro que vou lembrar de te esquecer!



Hoje eu acordei levemente feliz… não estrague meu dia, por gentileza!



Eu sou simpático. GrossEIRAS são minhas palavras e grosso é o meu… fio de cabelo!