Sem poemas… apenas mais frases

17 06 2008



“Quando você olha pro abismo, ele olha de volta pra você…”

e aí você escolhe: ou vai ou fica!


Anúncios




Sem poemas… apenas frases

17 06 2008



“Se dependesse só de nós, seria bom até demais” — Tuzé de Abreu






Futuros (e eternos) amantes de um Folhetim…

12 06 2008

“Não se afobe, não
Que nada é pra já
Amores serão sempre amáveis
Futuros amantes, quiçá
Se amarão sem saber
Com o amor que eu um dia
Deixei pra você”

“Se acaso me quiseres
Sou dessas mulheres
Que só dizem sim
Por uma coisa à toa
Uma noitada boa
Um cinema, um botequim”

Chico!





Um poema de saudade

9 06 2008

Se eu tiver uma observação a ser feita sobre um amor que partiu, que irá me ouvir?

Nunca achei que usaria a palavra observação em um poema.

Enfim, a vida tem de ser assim… idas e vindas…

Não quero rimar nada aqui hoje.

As rimas me trazem lembranças.

Quando eu lembro, eu fico triste e com saudades.

Eu não quero lembrar.

Saudade é um sentimento bom a depender da distância relativa entre os corpos em questão.

Nunca achei que usaria a palavra questão em um poema.

A tristeza é pontual, apenas para lembrar da saudade e da distância.

Um poema frio e pontual.

A tristeza me inspira.

Alguém precisa me escutar de longe.

Agora, sem perder mais tempo, vou ouvir e conversar com o vento.